05/10/2017 

Segurança coloca fogo em creche e pelo menos 10 crianças morrem em Janaúba-MG

Pelo menos dez pessoas morreram, inclusive crianças, em uma creche em Janaúba, no Norte de Minas Gerais, na manhã desta quinta-feira (5). 
 
 
De acordo com a Polícia Militar, o segurança do estabelecimento ateou fogo no próprio corpo. As primeiras informações são de que aproximadamente 50 alunos estavam no recreio quando o vigilante cometeu a atrocidade. 
 
 
Ele teria jogado gasolina no corpo e nas crianças. Depois, ateou fogo em todos. O homem não morreu na ocorrência. Ele foi socorrido com aproximadamente 90% do corpo queimado e encaminhado em estado gravíssimo para um hospital da região. 
 
 
Além dos óbitos, várias crianças que estavam no local ficaram feridas. O número ainda não foi contabilizado. Equipes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da região estão mobilizados para atender a ocorrência e socorrer as vítimas.
 
 
A motivação do crime ainda é desconhecida e o caso será apurado pela Polícia Civil. 
 
 
Com informações: Hojeemdia 
 
 
Aguarde outras informações. 





0 Comentários

REGRAS:
Os comentários feitos no Site são moderados. Seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Também não serão aceitos codinomes. O seu e-mail não será divulgado.

Comentários que não tenham relação clara com o conteúdo reportado, ou que tenham teor difamatório, calunioso, injurioso, de incitação à violência, que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica, que tenham característica de prática de spam, racista ou a qualquer ilegalidade, também serão vetados.

O Site não se responsabiliza pelos comentários dos leitores-internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às imposições acima.