19/09/2017 

Vereador é preso em operação contra o tráfico de drogas

Ação da Polícia Civil foi realizada nesta quinta-feira (11). Foram expedidos 14 mandados de prisão e ao menos dez mandados de busca e apreensão.

Por G1 PR e RPC Londrina

Vereador e outras 13 pessoas são presas em operação da Polícia em Cornélio Procópio

A Polícia Civil de Cornélio Procópio, no norte do Paraná, prendeu 14 pessoas em uma operação contra o tráfico de drogas realizada nesta quinta-feira (11). Entre os presos, está o vereador André de Lima (DEM), que foi preso em casa, ainda pela manhã. Todos os suspeitos são investigados por associação ao tráfico de drogas.

 

A ação policial foi realizada por seis delegados e 45 policiais civis de várias cidades da região.

 

O delegado-chefe João Manoel Garcia Alonso Filho informou que, porções de drogas, celulares e duas balanças de precisão foram encontrados durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão.

 

“Nós vamos durante o tramitar dessa investigação, agora de associação para o tráfico, apurar a real e a extensão da participação de cada um deles, inclusive do vereador que hoje foi preso”, disse o delegado.

 

Durante a tarde desta quinta, os presos foram transferidos para a cadeia de Cornélio Procópio. Na saída, o vereador não quis falar com a imprensa.

 

André de Lima foi eleito vereador em Cornélio Procópio com 380 votos. A vaga foi garantida por quociente partidário. Este é o primeiro mandato dele na Câmara.

 

O promotor Francisco Hernandes, que cuida do caso, disse que as investigações começaram em fevereiro do ano passado.

 

“No decorrer da operação foram feitas apreensões de drogas, prisões em flagrante, que comprovavam aqueles vínculos. juntamente com outras diligências, a polícia civil conseguiu chegar hoje na deflagração dessa operação”, explicou o promotor.

 

O outro lado

 

Segundo Jorge Haddad, responsável pela defesa do vereador, André de Lima nega as acusações.

“Ele é vereador na cidade, ele é empresário, ele é estudante de direito também. E pelo que me foi passado por ele essa acusação é totalmente absurda”, afirmou Haddad.

A Câmara Municipal de Cornélio Procópio informou, por meio de nota, que ainda não foi notificada oficialmente sobre os motivos que levaram à prisão do vereador.






0 Comentários

REGRAS:
Os comentários feitos no Site são moderados. Seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Também não serão aceitos codinomes. O seu e-mail não será divulgado.

Comentários que não tenham relação clara com o conteúdo reportado, ou que tenham teor difamatório, calunioso, injurioso, de incitação à violência, que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica, que tenham característica de prática de spam, racista ou a qualquer ilegalidade, também serão vetados.

O Site não se responsabiliza pelos comentários dos leitores-internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às imposições acima.