05/09/2017 

Assessora especial do Governo, Dione Hashioka pede demissão

Ex-deputada estadual afirmou que a decisão foi um cuidado diante da nomeação do esposo, que é funcionário efetivo do Estado, para o cargo de diretor do Detran

Da Redação / Imagens: Arquivo pessoal

Ex-deputada estadual Dione Hashioka / Imagens: Arquivo pessoal

A ex-deputada estadual Dione Hashioka, até então assessora especial do Governo do Estado, pediu demissão do cargo de confiança nesta segunda-feira (4). Em entrevista ao Jornal da Nova, Dione afirmou que a decisão foi um cuidado adotado por ela e seu esposo, Roberto Hashioka, ex-prefeito de Nova Andradina e recém-nomeado diretor do Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS).

 

“É por conta disso, de estarem os dois no Governo, mesmo com ele (Roberto Hashioka) podendo, pois ele é concursado”, explicou sobre a situação do esposo no funcionalismo estadual. Roberto Hashioka também é funcionário efetivo desde 1981 e está licenciado de seu cargo de fiscal de obras públicas da Agência Estadual de Empreendimentos (Agesul). Entre outras funções, o engenheiro civil também já exerceu a diretoria da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan).

 

“Foi muito rápido. Na quarta-feira ele recebeu o convite, na quinta-feira confirmou e na sexta já foi nomeado. Por isso não pudemos protocolar essa carta de demissão antes, mas nessa segunda-feira fizemos isso”, complementou. Conforme Dione, a intenção do casal foi “evitar comentários maldosos”. Ao ser questionada sobre a possibilidade de se dedicar ao trabalho de articulação para as próximas eleições, a ex-parlamentar foi discreta: “isso ainda é prematuro”, disse.






0 Comentários

REGRAS:
Os comentários feitos no Site são moderados. Seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Também não serão aceitos codinomes. O seu e-mail não será divulgado.

Comentários que não tenham relação clara com o conteúdo reportado, ou que tenham teor difamatório, calunioso, injurioso, de incitação à violência, que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica, que tenham característica de prática de spam, racista ou a qualquer ilegalidade, também serão vetados.

O Site não se responsabiliza pelos comentários dos leitores-internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às imposições acima.