12/07/2017 

Com atendimento ainda sendo feito na UBS, Unidade Mista de Taquarussu apresenta relatório de procedimentos e ações desenvolvidas

Genival Costa

Com base em metas a serem cumpridas no Plano Operativo, celebrado no Termo de Contratualização firmado entre a Secretaria Municipal e Estadual de Saúde, sobre as metas Quantitativa e Qualitativa em que os Hospitais de Pequeno Porte HPP, têm a seguir, a Unidade Mista Sagrado Coração de Jesus, torna público o Relatório Semestral, com número de Procedimentos e Ações desenvolvidas, referente ao Primeiro Semestre do ano de 2017. Conforme segue o quadro a seguir:

 


Administração de medicamentos em pacientes: 1.799
Aferição de pressão arterial: 592
Atendimento de urgência/emergência em até 24 horas: 197
Atendimento de urgência em atenção especializada: 373
Atendimento em unidade de pronto atendimento: 01
Coleta de sangue para triagem neonatal: 16
Consulta médica em atenção básica: 2.162
Curativo grau I com ou sem debridamento: 241
Exames laboratoriais: 105
Excisão e sutura de ferimentos e anexos da pele: 45
Exerese de tumor e anexos: 07
Glicemia capilar: 34
Inalação/nebulização: 140
Retirada de corpo estranho de cavidade auditiva e nasal: 01
Retirada de pontos de cirurgias: 20
Teste não treponemico p/ detecção de sífilis: 10
Ultra-sonografias: 261

 

Com trabalhos ainda sendo prestado nas dependências da Unidade Básica de Saúde, devido continuidade da reforma do hospital local, informamos que durante o período do primeiro semestre do ano de 2017, a Unidade Mista Sagrado Coração de Jesus, teve a direção técnica do médio Claudio Emílio B. Baronceli, fazendo parte da equipe o médico Alexandre Conceição Reigota durante o mês de Janeiro, quando terminou seu vínculo contratual com a unidade. Já a partir do mês 03/2017, passou a fazer parte da equipe médica o profissional Dr. João Alves de Souza, conforme mostra Escala de Plantão Médico sempre fixado no mural da unidade.

 

A realização de exames de ultrasson continuou com o médico Walter Cremasco, sendo que ainda no primeiro semestre de 2017, o município continuou levando os pacientes para realização dos exames em sua clínica particular em Nova Andradina, realizando o mesmo trabalho que era realizado na nossa unidade de saúde em Taquarussu, por motivo qual, o prédio local do hospital continuou desativado para reforma geral. Como já informado anteriormente os funcionários da unidade continuaram locados na Unidade Básica de Saúde, onde estão sendo realizados serviços de urgência e emergência.

 

Os casos que mereçam internações para cuidados mais prolongados continuaram sendo encaminhado via central de regulação de leitos com referência para o Hospital Regional Francisco Dantas Maniçoba em Nova Andradina-MS, já casos de alta complexidade, continua sendo referenciado pela Central de Regulação de Leitos de Dourados, para outros hospitais de nossa referência. A Unidade Mista continuou com a cobertura de dois enfermeiros em plantões de 12/36 diurno, Robson Pardini Junior e Flavia Zanchetta Santiago, oito auxiliares de enfermagem/técnicos em plantões alternados de doze horas/dias/noites.

 

Informamos que à vacina de BCG e HEPATITE B continuou sendo realizada por profissional do município na Unidade Mista Sagrado Coração de Jesus no RN, logo após o nascimento, conforme mostra relatos na prescrição, já em casos de feriados ou finais de semanas, a mãe recebe encaminhamento e orientações para realizar na ESF, para ser aplicada a dosagem da vacina, consulta puerperal, teste do pezinho e toda orientação necessária. A direção da unidade continuou a cargo de Sileide Alves da Silva. Os funcionários que aqui trabalham são devidamente inclusos no CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde).

 

A Farmácia Interna do Hospital Municipal continuou sob responsabilidade do Farmacêutico Bioquímico Dorival Dorta Rodrigues. Cabe informar que existe na unidade uma caixa de Avaliação Hospitalar, onde os usuários de forma anônima avaliam o tratamento aqui oferecido, abrangendo todos os setores da unidade. A direção da unidade é a responsável direta para estar levando as informações da unidade nas reuniões do Conselho Municipal de Saúde, que acontece mensalmente ou mesmo extraordinariamente. A nossa Unidade de Saúde assegura a todas as gestantes aqui atendidas o direito a presença de acompanhante durante o trabalho de parto, parto e pós parto imediato, previsto pelo artigo 19-j da Lei Nº 8.080/1990 e regulamentada pela portaria 2.418/05. Os profissionais de saúde que aqui trabalham estão tecnicamente preparados para atender as Urgências e Emergências que aqui chegam.

 

Casos de alta complexidade são referenciados para os hospitais de referência via Central de Regulação de Vaga. Informamos ainda que a equipe de auxiliares/técnicos do hospital municipal passaram por treinamento com capacitação/atualização, conforme mostra atas de registro, ministrado pelos enfermeiros (a) Robson Pardini Junior e Flávia Zanchetta Santiago, com os temas: Hemorragia; Choque Hipovolêmico com objetivos de enumerar cinco sinais ou sintomas indicativos de Hemorragia; citar e demonstrar três diferentes técnicas para controlar hemorragia externa, descrevendo passo a passo o tratamento merecido por uma vítima em choque; ainda abordado protocolo de Ulcera por Pressão, com objetivo de prevenir lesões tissulares por pressão nos pacientes.

 

Abordado respectivamente, treinamento sobre limpeza e desinfecção, com foco em lavagem de mãos, máscara de inalação, limpeza concorrente e terminal; Reanimação Neonatal com foco em avaliação inicial, cuidados iniciais, avaliação, ventilação com pressão positiva mais monitorização e cuidados intensivos. Informamos que com a saída dos profissionais médicos Bruno César S. Fernandes e Alexandre C. Reigota, passou a ser presidente da Comissão de CCIH o médico Claudio Emílio B. Baronceli, ficando sem vice presidência por um pequeno período até a nomeação do médico também contratado João Alves de Souza, que passou a ser o vice presidente da comissão, logo após nomeação no mês de março.

 

Comunicamos a população em geral que buscarem atendimento nas Unidades de Saúde de nosso Município, que tenham em mãos os documentos pessoais e cartão nacional de saúde – CNS, para que possamos alimentar nosso sistema e também é exigido devido a autorização de alguns procedimentos, caso você ainda não possua seu cartão, procure o Posto de Saúde para fazer ou resgatar o seu Cartão do SUS.

 

Lembramos ainda que a Equipe do Planejamento Familiar encontra-se ativa na Unidade Básica de Saúde, para as mulheres que queiram realizar Laqueadura Tubária – LT. Salientamos que tal procedimento é feito de acordo com a Lei nº 9.263 de 12 de Janeiro de 1996 sobre o Planejamento Familiar. Estamos sempre a buscar sempre o melhor possível para atender a todos com igualdade, diante das nossas possibilidades. Relata a direção. Com informações Genival Costa.
 






0 Comentários

REGRAS:
Os comentários feitos no Site são moderados. Seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Também não serão aceitos codinomes. O seu e-mail não será divulgado.

Comentários que não tenham relação clara com o conteúdo reportado, ou que tenham teor difamatório, calunioso, injurioso, de incitação à violência, que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica, que tenham característica de prática de spam, racista ou a qualquer ilegalidade, também serão vetados.

O Site não se responsabiliza pelos comentários dos leitores-internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às imposições acima.