13/03/2019 

Sem consenso, Azambuja pode ser novo presidente do partido

Falta de acordo entre os deputados Rose e Beto seria motivo para governador assumir PSDB

DA REDAÇÃO

Pensando nas eleições de 2020, Reinaldo Azambuja pode ser presidente do PSDB em MS - Foto: Bruno Henrique / Arquivo / Correio do Estado

Caso não tenha um consenso entre os deputados federais Beto Pereira e Rose Modesto sobre quem deve assumir a gerência do PSDB em Mato Grosso do Sul, o governador Reinaldo Azambuja pode ser o nome da sigla na tentativa de evitar um racha dentro do ninho tucano. 

A possibilidade do atual presidente Beto e de sua concorrente não cederem tem preocupados liderandas da sigla. Conforme informações de bastidores, a avaliação dos tucanos é de que essa disputa possa provocar ruptura e interferir negativamente nas pretensões do PSDB nas eleições municipais de 2020. Para resolver o impasse, em reuniões fechadas lideranças tem cogitado o nome do governador para presidência. 

Azambuja, porém, ainda mantém esperanças dos efeitos de suas ações nos bastidores para colocar pano quente na briga pela indicação de apenas uma chapa. Em conversas reservadas, a indicação de Reinaldo para o comandar o diretório acabou estremecendo as candidaturas de Rose e Beto. 

* Leia a reportagem, de Yarima Mecchi e Izabela Jornada, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.






0 Comentários

REGRAS:
Os comentários feitos no Site são moderados. Seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Também não serão aceitos codinomes. O seu e-mail não será divulgado.

Comentários que não tenham relação clara com o conteúdo reportado, ou que tenham teor difamatório, calunioso, injurioso, de incitação à violência, que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica, que tenham característica de prática de spam, racista ou a qualquer ilegalidade, também serão vetados.

O Site não se responsabiliza pelos comentários dos leitores-internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às imposições acima.