18/01/2019 

Médico cardiologista é suspeito de molestar mais de 20 pacientes em Presidente Prudente (SP)

O Ministério público denunciou o autor no início desta semana

Bárbara Ballestero, Redação Nova News

Foto: Reprodução

O médico cardiologista Augusto Cesar Barreto Filho, de 74 anos,  foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo no início desta semana, sob a suspeita de cometer abuso sexual contra uma paciente em seu consultório, em Presidente Prudente. Desde então, diversos casos foram registrados.

 

Segundo reportagem do R7, até o momento, mais de 20 vítimas procuraram a Delegacia da Mulher e o Ministério Público para efetuar denúncias.

 

As vítimas relatam  que na maioria dos casos, o cardiologista recebia as pacientes em sua sala e quando ia medir a pressão, fazia com que elas encostassem-se às partes íntimas dele. Em um dos casos, ele chegou a agarrar as pacientes por trás e acariciá-las.

 

De acordo com a Delegada Adriana Pavarina, da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), a investigação iniciada em julho do ano passado já foi concluída e nesta semana o processo foi encaminhado à Justiça com o pedido de prisão do médico. Apesar da conclusão, não é descartada a abertura de outros inquéritos com o surgimento de mais vítimas.

 

Augusto garantiu ser inocente ao ser chamado para prestar depoimento à polícia, mas alegou que vai falar sobre o caso somente em juízo.

 

A defesa do cardiologista afirmou que não se manifestará no momento. (*Com informações do R7)






0 Comentários

REGRAS:
Os comentários feitos no Site são moderados. Seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Também não serão aceitos codinomes. O seu e-mail não será divulgado.

Comentários que não tenham relação clara com o conteúdo reportado, ou que tenham teor difamatório, calunioso, injurioso, de incitação à violência, que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica, que tenham característica de prática de spam, racista ou a qualquer ilegalidade, também serão vetados.

O Site não se responsabiliza pelos comentários dos leitores-internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às imposições acima.