30/11/2018 

Sindicato promove curso de processamento caseiro da banana

Marilu

Nos dias 26, 27 e 28 de novembro aconteceu na sede do Sindicato Rural de Taquarussu o curso de processamento caseiro da banana ministrado pela Educadora do Senar/MS Maria Cristina Sartori Lhopis , mobilizado pela secretaria  do sindicato Marilu de Biasi.

 

 

O curso teve como objetivo principal capacitar as participantes para produzir artesanalmente produtos derivados da banana, seguindo orientações básicas sobre educação alimentar, nutrição e higiene.

 

 

As participantes tiveram a oportunidade de aprendes as considerações gerais sobre a banana, tabus alimentares: mitos e cuidados,  aproveitamento da banana verde,  produção de receitas à base da casca da banana,  produção de receitas a base de banana, produção de sobremesas a base de banana,  produção de licor de banana,  aproveitamento do umbigo da banana,  técnica de produção de bolos de banana, embalagem e etiquetagem fabricação.

 

 

Participaram do curso: Amanda Gonsales de Lima, Cristiele Alves Pereira, Elza Pereira dos Santos, Katia Regina Carvalho da Silva, Lourdes Garcias Justino, Maria Aparecida Crivelli, Maria Augusta da Silva Santos, Maria de Fatima Barbosa Lima, Maria José Paulino da Silva de Amorim, Miralda de Araujo Machado, Solange de Lima Oliveira, Wanda Maria de Faria e Zilda de Andrade Dias.

 

 

Segundo o Presidente Claudinet Vicente Crivelli o curso é uma grande oportunidade de ampliação da visão para a preparação de alimentos saudáveis com  a matéria prima produzida no próprio quintal no caso da banana produto de fácil acesso e fruto  que produz satisfatoriamente na região; “A qualificação tem sido uma preocupação permanente da diretoria desse sindicato e saber que as pessoas se interessam por essa questão é o que nos impulsiona a estar trabalhando cada vez mais para que as pessoas possam aprender e desenvolver suas habilidades artesanais”. Destacou o presidente.






0 Comentários

REGRAS:
Os comentários feitos no Site são moderados. Seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Também não serão aceitos codinomes. O seu e-mail não será divulgado.

Comentários que não tenham relação clara com o conteúdo reportado, ou que tenham teor difamatório, calunioso, injurioso, de incitação à violência, que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica, que tenham característica de prática de spam, racista ou a qualquer ilegalidade, também serão vetados.

O Site não se responsabiliza pelos comentários dos leitores-internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às imposições acima.