28/08/2018 

Pesquisa Record TV: Reinaldo tem 35%; Odilon 28% e Mochi 6%

Pesquisa estimulada da Real Time Big Data/Record TV foi realizada em Campo Grande e cidades do interior

Diário Digital, Record TV MS

magens: Reprodução

Na pesquisa eleitoral estimulada – quando são apresentados os nomes dos candidatos ao entrevistado – o governador Reinaldo Azambuja e candidato à reeleição pelo PSDB lidera as citações dos eleitores para o governo do Estado. Ele obtém a preferência de 35% dos eleitores, seguido por Odilon de Oliveira (PDT) com 28% e Junior Mochi (MDB) 6%. 

 
 

O levantamento foi realizado em Campo Grande e cidades do interior do Estado pelo Instituto Real Time Big Data a pedido da Record TV, entre 20 e 21 de Agosto de 2018. Conforme a pesquisa, os outros candidatos a governador também tiveram citações: Humberto Amaducci, do PT, tem 2%, João Alfredo, do PSOL tem 1% e Marcelo Bluma do PV também aparece com 1%. Os eleitores que declararam votar branco ou nulo chegam a 10% e indecisos 17%. 

 
 
 

O mesmo instituto realizou também a pesquisa espontânea, quando não são apresentados nomes dos candidatos aos eleitores. O resultado foi o seguinte: Reinaldo tem 20%; Odilon 14% e Mochi 3%. Os demais candidatos somaram 1% nesta sondagem. Saiba mais aqui. Foram realizadas 1.002 entrevistas.

 

A divisão amostral foi feita da seguinte maneira Campo Grande (32%); Região Sudoeste - Dourados / Maracaju / Ponta Porã / Amambaí / Caarapó / Naviraí / Ivinhema (34%); Região Leste –Três Lagoas / Nova Andradina / Chapadão do Sul / Cassilândia / Aparecida do Taboado (20%); Região Norte / Pantanasi – Corumbá / Sidrolândia / Ladário / Coxim (14%). A margem de erro é de 3,0% e o nível de confiança: 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número MS-08743/2018.






0 Comentários

REGRAS:
Os comentários feitos no Site são moderados. Seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Também não serão aceitos codinomes. O seu e-mail não será divulgado.

Comentários que não tenham relação clara com o conteúdo reportado, ou que tenham teor difamatório, calunioso, injurioso, de incitação à violência, que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica, que tenham característica de prática de spam, racista ou a qualquer ilegalidade, também serão vetados.

O Site não se responsabiliza pelos comentários dos leitores-internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às imposições acima.