03/05/2018 

Candidato de oposição diz que Instituto paga R$ 15 mil em Jetons por ano

Vale do Ivinhema Agora

Candidato a presidência do Previna, Josenildo Ceará promete economizar cerca de 15 mil por ano, acabando com pagamentos de jetons

Na reta final da morna campanha para a presidência do Instituto de Previdência Social dos Servidores Municipais de Nova Andradina (PREVINA), o candidato de oposição, Josenildo Nascimento, conhecido por Ceará, quer o fim dos pagamentos de jetons no Instituto.

 


Na sua página, na rede social, através de material de divulgação, Ceará denuncia que, cargo de presidente e diretor financeiro do Previna, recebem jetons (gratificação pela participação em reuniões de órgãos de deliberação).



O candidato esclarece que, se eleito, vai por fim neste tipo de gratificação. Segundo divulgação em sua página, os jetons pagos, desfalca o caixa do instituto, em cerca de R$ 15 mil anual.



Os jetons, por sua vez, podem estar fazendo com que, o pagamento destes diretores, seja elevados, a cada reunião deliberativa.

 


Balancete



A reportagem acessou o site do Previna, com a finalidade de conhecer a forma como é feito esse tipo de pagamento, mas por sua vez, o portal, não disponibiliza uma ferramenta para essa consulta, ou mesmo os valores não estão sendo divulgados. 






0 Comentários

REGRAS:
Os comentários feitos no Site são moderados. Seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Também não serão aceitos codinomes. O seu e-mail não será divulgado.

Comentários que não tenham relação clara com o conteúdo reportado, ou que tenham teor difamatório, calunioso, injurioso, de incitação à violência, que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica, que tenham característica de prática de spam, racista ou a qualquer ilegalidade, também serão vetados.

O Site não se responsabiliza pelos comentários dos leitores-internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às imposições acima.