11/04/2018 

Polícia encontra digitais parciais de assassino de Marielle Franco, diz jornal

Yahoo Notícias

Reprodução/Facebook

As polícias Civil e Federal, que investigam o assassinato da vereadora Marielle Franco e de seu motorista, Anderson Gomes, ocorrido no dia 14 de março no Rio de Janeiro, obtiveram fragmentos de digitais em cápsulas das munições 9mm coletadas na cena do crime.

As informações foram divulgadas pelo jornal “O Globo” nesta terça-feira. Ao jornal, um investigador disse que as amostras não são suficientes para rastrear uma possível correspondência nos bancos de dados da polícia, mas podem ser confrontados com as digitais de um eventual suspeito.

O assassinato de Marielle e Anderson completará um mês nesta sexta-feira. Por enquanto, ninguém foi preso e poucas informações foram divulgadas com a alegação de que o sigilo serve par não atrapalhar as investigações.






0 Comentários

REGRAS:
Os comentários feitos no Site são moderados. Seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Também não serão aceitos codinomes. O seu e-mail não será divulgado.

Comentários que não tenham relação clara com o conteúdo reportado, ou que tenham teor difamatório, calunioso, injurioso, de incitação à violência, que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica, que tenham característica de prática de spam, racista ou a qualquer ilegalidade, também serão vetados.

O Site não se responsabiliza pelos comentários dos leitores-internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às imposições acima.