09/03/2018 

Bolsa com mais de 50 mãos humanas é encontrada perto de rio na Rússia

Polícia diz que mãos não têm origem criminal e investiga o caso. Funcionários de instituição médica forense de Khabarovsk são suspeitos de descarte ilegal. G1

g1

Uma bolsa com 53 mãos humanas foi encontrada no canal de um rio, na Rússia, nesta quinta-feira (8). A descoberta aconteceu pouco depois de outra mão ter sido vista perto do rio Amur, na cidade de Khabarovsk.

 

A polícia local diz que as mãos não são de origem criminal, mas que foram apenas descartadas de maneira ilegal. Funcionários de uma instituição médica forense de Khabarovsk estão sob investigação, e são suspeitos de serem responsáveis pelo descarte indevido do material.

 

De acordo com o jornal “Siberian Times”, junto com as mãos foram encontrados materiais hospitalares, como bandagens e protetores plásticos para sapatos, semelhantes aos usados em ambientes esterilizados.

 

O jornal também diz que o local é uma popular área frequentada por pescadores que vivem nas proximidades e fica a cerca de 30 quilômetros da fronteira com a China.

 

View image on Twitter

 

 

 





0 Comentários

REGRAS:
Os comentários feitos no Site são moderados. Seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Também não serão aceitos codinomes. O seu e-mail não será divulgado.

Comentários que não tenham relação clara com o conteúdo reportado, ou que tenham teor difamatório, calunioso, injurioso, de incitação à violência, que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica, que tenham característica de prática de spam, racista ou a qualquer ilegalidade, também serão vetados.

O Site não se responsabiliza pelos comentários dos leitores-internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às imposições acima.