08/03/2018 

Ossada humana é encontrada dentro de um barracão

goionews

Um funcionário de uma imobiliária e o proprietário de um imóvel que fica localizado na Avenida Antônio Volpato, em Sarandi, levaram um susto ao encontrar uma ossada humana, na manhã de quarta-feira, 28. Os homens foram fazer uma avaliação no prédio para vender ou alugar, quando se depararam com a ossada.

 

Por muitos anos, a empresa Martinucci do Brasil ficou instalada no prédio, e já faz mais de dois anos que o imóvel está fechado. A Polícia Militar e Guarda Municipal de Sarandi foram acionadas até o local. A pessoa que morreu vestia uma bermuda de cor azul com detalhes em amarelo.
Havia um par de chinelos ao lado da ossada. Uma equipe da Polícia Civil que compareceu no prédio acredita que a pessoa que morreu tenha sofrido uma queda porque existe um buraco no telhado do imóvel. Após uma perícia feita pelo Instituto de Criminalística, os ossos foram recolhidos e encaminhados para o IML de Maringá.


Um comerciante chegou a relatar que o homem morto possa ter tentado furtar fiação elétrica quando sofreu a queda. A Polícia Civil investiga o caso para tentar identificar o homem. (André Almenara).

 






0 Comentários

REGRAS:
Os comentários feitos no Site são moderados. Seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Também não serão aceitos codinomes. O seu e-mail não será divulgado.

Comentários que não tenham relação clara com o conteúdo reportado, ou que tenham teor difamatório, calunioso, injurioso, de incitação à violência, que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica, que tenham característica de prática de spam, racista ou a qualquer ilegalidade, também serão vetados.

O Site não se responsabiliza pelos comentários dos leitores-internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às imposições acima.